Curso de perito judicial: saiba todos os detalhes da formação

perito judicial

Você já ouviu falar sobre curso de perito judicial? Para profissionais de diversas áreas de atuação, essa é uma nova possibilidade de renda e de carreira na mesma área de formação. Mas afinal, o que faz um perito judicial?

O perito judicial é um especialista designado por um juiz para esclarecer questões técnicas em processos judiciais. Ou seja, a função do perito é analisar provas, emitir laudos e pareceres técnicos para contribuir com a justiça e para a imparcialidade dos julgamentos.

Na área médica, por exemplo, um perito pode ser solicitado a avaliar a gravidade de uma lesão para auxiliar na determinação de indenização em um caso de acidente de trânsito. 

Já na área de imóveis, um perito corretor de imóveis pode ser chamado para estimar o valor de um imóvel em processo de divórcio ou inventário.

Agora que você já sabe o que é um perito judicial e como ele atua, continue a leitura para descobrir mais detalhes sobre a formação para atuar na área. 

O que é preciso para ser um perito judicial?

Para se tornar um perito judicial, é fundamental já ter formação em nível superior ou técnico. Ou seja, você precisa ter concluído uma graduação ou curso de formação técnica reconhecido pelo MEC.

E para aqueles que não possuem ensino superior? A boa notícia é que ainda há oportunidades! 

Também é possível fazer o curso, que, nesse caso, vai garantir o certificado de perito extrajudicial, necessário para emissão de laudos técnicos. 

No entanto, esses laudos extrajudiciais não possuem validade em processos judiciais, e são voltados para para partes privadas.

Como é o curso de perícia judicial?

mulher estudando

O curso de perícia judicial pode ser realizado na modalidade EaD (Ensino a Distância), o que proporciona muito mais facilidade e comodidade para os alunos. 

Durante o curso, os participantes têm acesso a conteúdos como:

  • Trâmites processuais e periciais;
  • Legislação e normas;
  • Modelos de petições e laudos;
  • Apresentação ao juiz e nomeação;
  • Aspectos financeiros e práticos da profissão;
  • Elaboração de laudos periciais;
  • Atuação judicial e extrajudicial.

Aqui no Colégio Lapa, os estudos são baseados em apostilas, vídeo-aulas e simulados, tudo sempre com apoio escolar online. Ao final do curso, os alunos enfrentam uma avaliação com um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Qual o valor do curso de perícia judicial?

No mercado, existem diversos cursos de perícia judicial, com valores que variam bastante. Afinal, cada instituição tem sua própria política de preços e metodologia. 

No entanto, a média de preço para a maioria dos cursos de perícia digital está entre R$ 500,00 e R$ 700,00. 

Aqui no Colégio Lapa, você ainda tem a possibilidade de parcelar sua formação em até seis vezes, sem juros adicionais. 

Quem pode fazer o curso?

O curso de perícia judicial pode ser realizado por profissionais de diversas áreas do ensino superior ou técnica, com um mínimo de experiência em seu campo de atuação. 

A experiência não é um requisito para o curso, mas é um grande diferencial para as nomeações nos tribunais. 

Abaixo, listamos alguns dos principais profissionais que podem se tornar peritos judiciais: 

  • Administradores;
  • Arquitetos;
  • Assistentes sociais;
  • Biólogos;
  • Contadores;
  • Dentistas;
  • Engenheiros;
  • Corretores de imóveis;
  • Farmacêuticos;
  • Fisioterapeutas;
  • Fonoaudiólogos;
  • Gestores públicos;
  • Matemáticos;
  • Médicos;
  • Nutricionistas;
  • Profissionais de TI;
  • Pedagogos;
  • Psicólogos;
  • Veterinários;
  • Zootecnistas. 

Veja também: Qual o melhor curso técnico para arrumar emprego rápido?

Quanto tempo demora o curso?

O tempo de duração do curso de perito judicial pode variar dependendo da instituição e do currículo específico oferecido. No Colégio Lapa, por exemplo, o curso tem um tempo mínimo de 15 dias e máximo de 120 dias. 

Então, o tempo de duração total vai depender do andamento do aluno. 

Como está o mercado para perito judicial?

O mercado para peritos judiciais no Brasil está em constante crescimento e apresenta oportunidades significativas. 

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Judiciário brasileiro enfrenta um recorde histórico com 84 milhões de processos em tramitação

Essa alta demanda é especialmente evidente no primeiro grau de jurisdição, que é o mais sobrecarregado.

O que isso significa? Com o aumento do número de processos, a necessidade de peritos especializados também aumenta. Tanto a Justiça, quanto os advogados e as empresas, dependem desses profissionais para esclarecer questões técnicas complexas.

Apesar da alta demanda, há uma falta de peritos suficientes para atender a todos os casos. Ou seja, esse é o momento ideal para profissionais qualificados ingressarem nesse campo.

Vantagens da profissão de perito judicial

perita analisando folhas

A profissão de perito judicial tem diversas vantagens para quem atua nessa área. Abaixo, listamos algumas delas para você conhecer:

  1. Flexibilidade e autonomia na rotina;
  2. Prazos para entrega dos laudos são relativamente longos;
  3. Independência;
  4. Área de atuação estável;
  5. Renda atrativa;
  6. Baixa concorrência;
  7. Alta demanda;
  8. Reconhecimento e status no mercado de trabalho;
  9. Investimento significativo e rápido.

Onde fazer curso de perito judicial?

O Colégio Lapa é a sua melhor opção! Somos uma escola de cursos técnicos profissionalizantes e supletivos a distância, com autorização da Secretaria da Educação e MEC desde 1992.

Oferecemos o curso de perito judicial na modalidade EaD, com flexibilidade para você estudar no seu ritmo e de onde quiser.

No Lapa, você terá acesso a:

  • Apostilas completas e atualizadas;
  • Vídeo-aulas dinâmicas e explicativas;
  • Suporte pedagógico;
  • Certificado de conclusão de curso válido em todo o território nacional;

Acesse a página do curso, faça sua matrícula e inicie a sua formação no Lapa agora mesmo! 

Conclusão

O curso de perito judicial abre portas para uma carreira desafiadora, gratificante e com grande potencial de crescimento. 

Com alta demanda por profissionais qualificados e um mercado em constante expansão, se tornar um perito judicial é uma excelente opção para quem busca: flexibilidade, autonomia, estabilidade e uma boa remuneração.

Se esse conteúdo foi útil, visite o blog do Colégio Lapa para conferir outros artigos relacionados!